terça-feira, 24 de setembro de 2013

"Quem é vivo, sempre aparece" ...



Pois que hoje, apeteceu-me escrever. Aparentemente, sem motivo nenhum, dou por mim, em frente ao pc, com uma vontade terrível de dedilhar o teclado enquanto observo as palavras que se formam no ecrã. 
Sinto-me estranha e não me importo. Quero lá saber se escrevo bem, se escrevo mal, se o assunto é interessante, ou não passa de uma enorme trivialidade. E nem sei se alguém me lê ou não. Também não é muito importante. Só sei que me apetece escrever e faço-me a vontade. Talvez seja o prelúdio de alguma coisa. Talvez volte aqui, com mais frequência. Ou talvez não...deixo sair e logo se vê.
Se é Mabon que me impele, deixo-me levar... fazer limpezas (na carola), abrir gavetas, sacar de lá o que é velho (o meu medo absurdo e sem fundamento), para ver se a coisa se compõe. Estou farta de mim mesma, preciso mudar.
Que assim seja.

***

5 comentários:

  1. Eu passo sempre aqui quando vejo que voltaste

    ResponderEliminar
  2. Ena, voltaste!
    Estás como eu, quem lê, lê; quem não lê, lesse. Ou não, que o que importa é exorcizar os demónios.
    Toca a renovar, essas limpezas são tão importantes...

    ResponderEliminar

*✿*Viajantes, deixem o vosso carimbo:*♥*