quinta-feira, 15 de setembro de 2011

Acerca da brejeirice


Para quem não conhece o termo (peço já desculpa, pelo tom condescendente), a palavra brejeiro significa "garoto, malicioso, maroto e vadio".
Pois eu cá, confesso que sou brejeira e adoro quem utiliza a brejeirice com graça. Mas aqui, é que reside o busílis da questão: com graça. Graça, na verdadeira acepção  da palavra, com graciosidade, piada, inteligência, sentido de oportunidade e de limites. Mais ainda, se fôr de cariz sexual (como a da imagem, p.e.).
E se uma tirada brejeira pode desbloquear uma conversa, outra, pode acabar com ela, raiando o ordinário e o vulgar (o que eu detesto. Muito.). Claro está que tudo depende do tipo de pessoas com quem nos relacionamos e do grau de intimidade que com elas partilhamos, mas pronto... e há sempre quem goste de se "esticar".
Acho também que a brejeirice é uma característica natural de quem a possui , embora também se possa aprender.

Tudo isto para dizer que, sempre que encontro brejeiros e brejeiras pela frente e com cujo grau de brejeirice me identifico, a conversa descamba sempre para o disparate e para as gargalhadas. 
E muitas vezes, acreditem, é no meio de tanta brejeirice que se descobrem pessoas especiais ;) 

***

8 comentários:

  1. E sabe tão bem ser brejeira assim...:)Bjinho grande

    ResponderEliminar
  2. Drinha:
    sabe pois!
    Beijinhooo :)

    P.S: voltaste!!!

    ResponderEliminar
  3. Luisa:
    Gostas pouco, gostas. De café, claro!
    Ihihihih!

    ResponderEliminar
  4. Palco do tempo:
    tem pois! Nem que não seja, pelas boas gargalhadas que se podem dar :D

    ResponderEliminar
  5. Bunbury:

    Nice que tenhas achado nice :)
    Volta sempre.

    ResponderEliminar

*✿*Viajantes, deixem o vosso carimbo:*♥*