quarta-feira, 29 de fevereiro de 2012

Da mudança e da evolução


Acho que o tio Darwin tem razão, não vos parece?
E se biologicamente assim o é, também me parece que o seja a nível emocional e mental. Só os que se adaptam à mudança, conseguem evoluir.
E nos dias que correm, em que somos confrontados com as mudanças a toda a hora, esta capacidade parece-me, mais e mais, necessária. Na parte que me toca, já há algum tempo que deixei de viver na expectativa do amanhã, da mesma forma que também não vivo no passado (vou lá fazer umas visitinhas de vez em quando, mas para as coisas boas, as más não importam). Por isso, o presente é mais importante, nem que não seja, porque acredito que é o que fazemos no presente (seja lá o que fôr) que ditará o nosso futuro.
Quanto à mudança, confesso que às vezes (ainda) me deixa apreensiva, mas como sofro de optimismo crónico, acho sempre que, se ela surge é porque está mesmo na hora de mudar, além de que, pode ser também uma extraordinária oportunidade de descoberta pessoal. E vou na onda :) 

***

2 comentários:

  1. Perfeito esse pensamento...acho que é mesmo assim!Bjinho*

    ResponderEliminar
  2. Ah, voltasti, Maria! Que bom :)
    Beijinho.

    ResponderEliminar

*✿*Viajantes, deixem o vosso carimbo:*♥*